Gente que faz bem

Histórias 100 anos Nestlé

Êta trem bão esse negócio de festa junina!
Êta trem bão esse negócio de festa junina!

Ao ficar desempregado, o Gustavo mandou currículo para empresas de todos os tamanhos, sem resultado. Ele estava muito preocupado: com um filho pequeno e a mulher em tratamento quimioterápico, ele precisava se recolocar ou arrumar outra fonte de renda e rápido.<br><br>Na mesma época, sua sogra Marlene também ficou desempregada. Ela era uma confeiteira de mão cheia. Tanto que, juntos, eles haviam feito uma surpresa no aniversário da esposa de Gustavo, criando uma verdadeira “festa na caixa” - um kit decorado com bolo, salgados e guloseimas.<br><br>Com as festas juninas chegando em plena pandemia, Gustavo teve uma ideia: porque não oferecer uma festa junina na caixa com os doces e quitutes de Marlene? Gustavo acreditou nessa ideia, investiu suas economias e criou uma caixa tematizada, que ele lançou através de uma página no instagram.<br><br>Bem, a primeira freguesa foi a mãe do Gustavo. Parecia que ninguém ia se interessar. Mas aí, 3 amigos também resolveram experimentar. Comenta daqui, divulga de lá e pasmem: chegaram a 400 caixas vendidas e o começo de um novo sonho - o restaurante Mãos de Ouro, em homenagem ao talento da sua sogra Marlene. Olha que isso de acreditar em sonho tá muito bom, isso aqui tá bom demais!